Arquivos do Blog

Lojas terão de incluir em contrato multa por atraso na entrega de mercadoria – STJ

Você sabia? STJ mantém decisão do TJSP e determina que a Via Varejo S.A. (administradora das redes Bahia e Ponto Frio) inclua em seus contratos cláusula com previsão de multa por atraso na entrega de mercadoria e também por atraso na restituição de valores pagos em caso de arrependimento do consumidor. Leia o resto deste post

Anúncios

Jornal Agora – Corte de energia pode garantir indenização – 19.06.2017

O consumidor que tem a energia elétrica cortada por falha da concessionária pode acionar a Justiça e conquistar indenização por danos morais. Leia o resto deste post

Como usar as Agências Reguladoras para solucionar problema?

Ainda que, em algumas situações, exista desconfiança sobre a isenção e autonomia das Agências Reguladoras, não podemos negar que sua interferência ajuda a solucionar vários problemas, ou quando isso não é possível o registro de reclamação, e eventuais respostas, são subsídios fundamentais para discussões judiciais. Leia o resto deste post

Férias frustradas e o direito do consumidor.

Problemas com atrasos de voo, extravio ou dano de bagagem, acomodações opostas ao esperado e outras situações são rotineiras e afetam inúmeros consumidores todos os anos. Mas então qual é o direito do consumidor que foi lesado e o que deve ser feito para obter o ressarcimento dessa lesão? Leia o resto deste post

Empréstimo não solicitado, o que fazer?

O assunto já foi abordado em outra situação, mas em razão de algumas dúvidas existentes é importante esclarecer algumas situações.

Primeiramente, é fundamental que os consumidores tenham ciência de que toda e qualquer movimentação bancária deve obrigatoriamente ter a anuência do cliente, procedimento que é válido desde a abertura da conta e prevalece até o seu encerramento.

Assim, sem considerar os casos em que a conta foi aberta de forma fraudulenta Leia o resto deste post

Conta conjunta e a negativação indevida quando há emissão de cheque sem fundos.

O uso da conta conjunta E/OU é frequente, especialmente entre casal e familiares, sendo necessária uma confiança mutua entre seus titulares para evitar problemas no que tange à gestão financeira e suas consequências patrimoniais.

No entanto, em que pese ser uma modalidade de conta bastante usual, quando há o uso de cheque existe uma diferenciação bastante expressiva que reflete em outras situações, podendo ser abordada sucintamente da seguinte forma.

A cártula de cheque é uma ordem de pagamento à vista e decorrente de um Leia o resto deste post