Os cuidados com os documentos pessoais.

A utilização de documentos falsos é rotineira, e seus danos elevados, pois poderá ser possível realizar aberturas de contas bancárias, contratação de carnês, financiamentos e outros atos lesivos.

Outrossim, especialmente nas pessoas mais idosas, até em decorrência de que no passado o CPF, RG e CNH eram documentos distintos, ainda é comum que algumas pessoas usem diariamente todos os documentos, situação que em caso de perda é um agravante facilitador para realização de golpes. Assim, é aconselhável que o cidadão faça uso de apenas um único documento no cotidiano, de acordo com sua necessidade e lei vigente.

Em outra esfera, é fundamental que em caso de perda, furto ou roubo o cidadão adote os meios necessários no afã de documentar o desaparecimento do declinado documento e, principalmente, que guarde consigo a comprovação do registro oficial do ato. Em alguns Estados há chance de realizar por intermédio eletrônico Boletim de Ocorrência e alguns Órgão de Crédito aceitam a comunicação da perda dos documentos (vide matéria).

Não obstante, em posse do documento relatando o desaparecimento do documento, é importante que o cidadão informe tal situação junto ao banco que possuir conta e outros estabelecimentos financeiros comerciais em que a vítima tenha alguma relação de proximidade e transações frequentes, lembrando-se de guardar consigo o protocolo da comunicação do fato.

Ademais, mesmo que cidadão tenha guardado outra via de algum documento perdido, furtado ou roubado, o ideal é que deixe de fazer uso do mesmo em sua vida cotidiana, especialmente, RG. Isso porque, quando há solicitação de novo documento em decorrência do seu furto, roubo, extravio é normal que exista a inclusão de algum digito, especialmente, no RG, procedimento que almeja evitar maiores prejuízos e diferenciação cadastral de via.

Quanto ao o CPF, por ser um documento sem identificação mais detalhada como o RG e/ou CNH, em decorrência das regras de sua emissão a obtenção de novo número será permitida apenas em situações especificas e justificadas.

Assim, a vigília quando ao uso dos documentos é essencial e deve abranger além dos documentos utilizados no cotidiano, todos os demais, como Carteira de Reservista, Passaporte, Titulo de Eleitor etc.

Anúncios

Sobre Alexandre Berthe Pinto

Alexandre Berthe Pinto – É advogado, Membro da Comissão de Direito Condominial da OAB/SP 2017/2018, atua nas áreas de Direito Bancário, Consumidor, Condominial, Saúde, Imobiliário, Responsabilidade Civil e Indenizatória, Família e Sucessões e Contencioso Civil. Inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo, membro da Associação dos Advogados de São Paulo, cursou Pós Graduação em Direito das Famílias e das Sucessões (EPD) e Pós Graduando em Direito Aplicado aos Serviços de Saúde. Responsável pelo conteúdo dos blogs: www.radioterapiaimrt.com, www.problemasnocondominio.com, www.dividadecondominio.com.br www.fraudebancaria.com,e outros.* Contato: Comercial: +55 11 5093-2572 - E-mail: alexandre@alexandreberthe.com.br Skype: alexandre.berthe - WhatsApp: +55 11 94335-8334 Imprensa: +55 11 98238-8231

Publicado em setembro 6, 2013, em As Fraudes, Dicas De Segurança e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comente e Compartilhe

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: